O Príncipe e Eu

| 09 setembro 2013 |
Quem não gosta de um bom conto de fadas? Uma garota aparentemente comum que encontra um Príncipe e eles vivem felizes para sempre. Mas essa estória pode vir acompanhada de dois sobrinhos complicados, um avô extremamente rabugento e um príncipe que precisa aprender a viver sua própria vida, tornando tudo ainda mais divertido. 

Após a morte de sua irmã e de seu cunhado, Jules tem que arcar com a responsabilidade de cuidar de seus dois sobrinhos. Ao receber um convite inesperado do avô das crianças, ela não imagina o quanto sua vida mudaria.

Jules é a guardiã legal dos sobrinhos. As crianças nunca conheceram o avô paterno, pois esse é um duque da realeza de Castlebury e cortou relações com seu próprio filho pelo mesmo ter se casado com uma plebeia. Certo dia, o avô das crianças, após passar por uma enfermidade, resolve que é hora de conhecer os netos e quem sabe rever muitos de seus conceitos.

Em meio à realeza Jules conhece Ashton, irmão do marido de sua irmã. Mas ele não é apenas um duque, por herança de sua mãe ele é um príncipe. Um homem bonito, de bom coração que também sente falta de ter algum reconhecimento de seu pai, vai encontrar em Jules alguém para abalar todas as estruturas de seu pai, da realeza, e de seu próprio coração.


"O Príncipe e Eu" é um conto de fadas dos tempos modernos. Uma narrativa meiga, com personagens fofos e carismáticos, faz com que os telespectadores suspirem do começo ao fim. Mesmo sabendo como vai terminar, um bom romance sempre é passível de novas interpretações, e nós sempre estamos aptos para rever essas românticas estórias em novos contextos.

2 comentários:

  1. Esse filme é lindo, e a história é uma graça.. mas tem muitos clichês de contos de fadas, mesmo assim é um filme bom de se ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas ele consegue ser fofo a sua maneira, né? :D

      Excluir