Harry Potter e as Relíquias da Morte

| 26 outubro 2013 |
Creio que esse seja um dos livros mais emocionantes da história pelo simples fato de ser o desfecho de uma das séries mais amadas de todo o mundo. Foi muito difícil começar a ler esse livro sabendo que era a última vez que eu poderia ler palavras inéditas sobre a fantástica aventura de um bruxinho que me encantou desde a primeira vez que eu virei uma de suas páginas. Mas, como a magia nunca termina se você nunca deixar de acreditar, o fim foi apenas o começo de um amor que só foi crescendo, e "always/sempre" viraria o lema de todos os fãs dessa maravilhosa série. 

No último livro da série "Harry Potter", nosso herói pela primeira vez, muito além de ter que encarar de frente os perigos, ele faz isso por uma escolha própria, consciente dos perigos que ele teria que enfrentar, mas sabendo que apenas ele poderia terminar com o reinado de terror de seu pior inimigo.

Assim como Harry, todos nós sentimos saudades de embarcar no Expresso de Hogwarts para que o trio mais famoso da literatura terminasse o seu último ano na Escola de Magia e Bruxaria, mas o mundo da magia não é mais o mesmo, nem Hogwarts é mais a mesma. Agora o ministério está sob o comando de Voldemort e em Hogwarts é ensinada As Artes das Trevas e Harry é considerado o inimigo número 1 do mundo bruxo. Só resta a Harry, Rony e Hermione encontrarem e destruírem todas as Horcruxes para que assim Voldemort se torne mais uma vez vulnerável, e que a paz possa voltar a reinar no mundo bruxo.

Quando começamos a ler "As Relíquias da Morte", sabemos quantas perguntas precisam de respostas, e por quantos perigos e dificuldades Harry e seus amigos vão passar para encontrar a ruina de Voldemort, só esses fatos já preencheriam ocupariam várias páginas de um livro, porém, como não podemos esperar nada menos que a perfeição e várias surpresas se tratando de J.K. Rowling, ainda descobrimos três Relíquias poderosas que tornam o seu possuidor o senhor da morte, que Dumbledore passou grande parte da vida atrás desses três objetos fantásticos, e que seu passado não era nada do que nós imaginávamos.

É uma grande surpresa descobrir que Dumbledore nem sempre foi aquele velhinho bondoso e sábio que nós tão bem conhecemos, mesmo Harry nunca imaginou Dumbledore em outro momento, senão com sua longa barba branca. É magnifico saber que toda a bondade de Dumbledore, o fato dele nunca ter aceitado ser Ministro da Magia, na verdade são sequelas de um passado cheio de remorso onde ele pode ter sido culpado pelo fim do que restou de sua própria família. O seu passado pode ser chocante, mas seu encontro com Harry, sua vulnerabilidade e seu pedido de perdão são emocionantes e sinceros.

Mas, o capitulo mas fenomenal, não apenas de "As Relíquias da Morte", mas de toda a série com certeza é "A História do Príncipe". É impossível não se emocionar e se surpreender com as revelações desse capítulo.  Se o amor sempre foi à magia mais importante em todos os livros, como não chorar ao descobrir que a pessoa que mais amou, que fez tudo pelo seu amor, era um Sonserino, aparentemente sem coração, que maltratou Harry durante todos os momentos, mas mesmo assim o protegeu, como todas as suas forças em nome da mulher que ele SEMPRE amou?    

"Harry Potter e as Relíquias da Morte" é o desfecho perfeito de uma série que conseguiu nos surpreender em todos os momentos e nos levou para um mundo de magia que nós não vamos nunca deixar de admirar. Muito mais do que um grande livro, ele nos ensinou que aquilo que nós amamos nunca nos deixa, então esse não é o fim, e não é porque está acontecendo dentro da nossa cabeça que significa que não seja real. O que nós podemos concluir com isso? Harry Potter existe sim para quem acredita em magia e essa história maravilhosa nunca irá ter fim.


2 comentários:

  1. Harry Potter e as Relíquias da Morte é a resposta de tudo o que nós nos perguntávamos durante a leitura dos livros anteriores. Eu amo muito esse livro, e chorei muito desde o começo até o fim. Amei sua resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível não se emocionar com esse livro, né? :D

      Excluir