Jogos Vorazes

| 11 novembro 2013 |
Em um futuro, onde a sociedade está divida em doze distritos governados pela Capital, todos os anos, os habitantes devem se lembrar de sua deslealdade ao desafiar o governo durante uma rebelião que terminou com todos os distritos sobrepujados e o décimo terceiro aniquilado, através dos terríveis "Jogos Vorazes". Uma garota e um garoto de cada distrito, entre 12 e 18 anos, são sorteados para serem jogados em uma arena para lutarem até a morte. 

Na 74ª edição dos "Jogos Vorazes", Katniss Everdeen, ao ver sua doce e inocente irmã mais nova sendo escolhida na colheita como o Tributo feminino do distrito 12, se voluntária para entrar nos Jogos em seu lugar, mas ela jamais imaginaria o quanto seria desafiador enfrentar o seu destino, antes e durante sua luta na arena.

"Jogos Vorazes" é uma série que conquistou o mundo e não poderia ser diferente. Uma narrativa totalmente original, com personagens sendo encaixados em seus papeis de uma forma que não deixa nenhum tipo de dúvidas para o leitor, um contexto que nos faz embarcar nesse sistema tão imperfeito também sem saber como lutar contra algo tão errado, mas, ao mesmo tempo, aparentemente sem saída para os nossos protagonistas. É realmente uma estória de tirar o fôlego, impossível de largar até o fim.

Os personagens desse livro são tão reais que nós podemos até nos esquecer que se trata de uma obra de ficção. A protagonista, tão marcada de sofrimentos em sua vida, leva para a arena tudo aquilo que a endureceu durante tanto tempo. É incrível ver como o amor nunca teve lugar em sua vida, e mesmo quando surge à oportunidade de um romance, ela lida com aquilo de uma forma totalmente racional. Seu companheiro de distrito, Peeta, que apesar de pertencer ao mesmo pobre distrito, tem uma condição de vida um pouco melhor que a da protagonista e sem tantos sofrimentos em seu passado, tem uma presença totalmente diferente, menos feroz, mais amável, mesmo quando chega a hora de matar ou morrer.

É incrível analisar o comportamento de cada tributo, de diferentes distritos e consequentemente suas diferentes criações. Aqueles que sempre tiveram tudo na vida e encaram os jogos como a forma de trazer orgulho para o seu distrito e aqueles que vem os jogos como mais uma forma de tirar o pouco que eles possuem são retratadas de forma excepcional.


Suzanne Collins conseguiu criar um mundo realmente novo, com uma narrativa que consegue prender em todas as páginas qualquer tipo de pessoa. Uma sociedade completamente falha que é reprimida ano após ano pelo seu governo, mas que não vê a hora de surgir uma "faísca" ao redor da qual eles possam acender uma grande chama. Um livro político, mas com muita ação, aventura, mas acima de tudo, que prova que uma pessoa pode fazer toda a diferença, principalmente se ela for uma "garota em Chamas".

3 comentários:

  1. Minha trilogia preferida <3 Adorei a resenha haha ;)

    ResponderExcluir
  2. A trilogia mais empolgante que ja li ... Suzanne Collins sobe retrata uma historia mais empolgante em cada livro,ela soube coloca em cada livro um mundo diferente ... Jogos vozes pra mim é o melhor katniss se oferecendo pra ir no lugar da irmã é comovente...
    Melhor trilogia de tds os tempos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástica e única.
      Concordo plenamente com você :D

      Excluir