As Crônicas de Bane - A Rainha Fugitiva

| 04 março 2014 |
Com certeza, todos os fãs de Magnus Bane já conheciam o seu fraco por cabelos negros e olhos azuis, mas a sua atração por essa combinação fica muito mais evidente em suas crônicas e nós descobrimos o quanto "suas paixões" podem trazer muitas confusões para a vida do nosso feiticeiro favorito.

Paris é uma das Cidades favoritas de Magnus. Ele podia usar todo o seu bom gosto para se vestir e deslumbrar toda a Cidade. Em um dia aparentemente tranquilo, após não poder fazer um passeio de balão que ele tanto desejava experimentar, um estranho, muito atraente, vem a seu encontro com uma missão peculiar: salvar a Rainha da França. Esse não seria um grande problema para um feiticeiro do nível de Magnus, se na mesma noite ele não tivesse uma festa para comparecer, supondo que o seu não comparecimento poderia ser visto como uma ofensa para o líder do clã dos vampiros de Paris. Se isso não fosse suficiente, a Rainha, após escapar facilmente com a ajuda de Magnus, se perde e acaba sendo levada por uma vampira para a festa em questão. Agora resta a Magnus salvar a Rainha e agradar o seu mais novo e encantador amigo, trazendo para si a irá dos vampiros muito sensíveis da França, ou deixar a Rainha a mercê dos vampiros e perder todas as chances de manter sua mais nova "amizade".

Mais uma vez, Cassandra Clare e Maureen Johnson nos trazem mais uma divertida narrativa do Magnifico Feiticeiro do Brooklyn. A segunda Crônica de Bane nos leva a crer que Magnus consegue deixar rastros de inimizade onde quer que ele passe algum tempo. Em dois países diferentes, citados nas duas primeiras crônicas, ele consegue causar muito mais confusões do que efetivamente ajudar com sua magia, por mais que as confusões sejam para com ele mesmo.

Uma Crônica fantástica, com uma estória digna de um feiticeiro com tantos anos de vida. Magnus Bane sempre pode nos surpreender, ao fazer tudo por amor, e também por abrir mão completamente desse amor. Mas outros amores virão, disso nós sabemos.


7 comentários:

  1. Super legal, a história parece ser incrível e divertida, quero muito ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia As Crônicas de Bane, mas me empolguei bastante com a resenha. Qual a editora? E o autor? Fiquei curiosa *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As Crônicas de Bane são escritas pela própria Cassandra em parceria com duas amigas. Elas estão disponíveis por enquanto somente em e-book pela galera Record, mas estará disponível em livro impresso na Bienal do Livro...

      quando poderá ser autografado pela própria Cassandra Clare \o/

      Excluir
  3. É a primeira vez que ouço falar de 'AS CRÔNICAS DE BANE', e me surpreendo em saber do que se trata! Desde já Magnus me conquistou por sua ''bravura'', e além do mais, saber que as crônicas foram escritas por Cassandra Clare e Maureen Johnson me deixaram mais entusiasmada ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre quando o Magnus aparece é demais, agora imagina ele protagonizando suas próprias histórias. É fantástico... hehehe :D

      Excluir
  4. Esse sim eu me interesso. O Magnus é um dos meus personagens favoritos e já estou querendo ler! Arrasa ele <3 feiticeiro lindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível ler TMI e não amar o Magnus, né?

      Excluir