A Espada de Kuromori

| 28 agosto 2014 |
Kenny Blackwood estava indo para o Japão, passar as férias com o seu pai, quando é lançado em um mundo que ele nunca imaginou existir. Quando ele começa a enxergar seres que ninguém mais consegue ver, é detido no aeroporto sem entender o motivo e uma garota com uma motocicleta o salva, de forma quase cinematográfica, dizendo que em poucos dias um terremoto irá destruir grande parte dos Estados Unidos e só ele pode impedir essa catástrofe, uma grande aventura começa.

Eu fiquei animada para ler essa história desde o momento em que recebi apenas os dois primeiros capítulos e não fiquei decepcionada em nenhum momento. Eu simplesmente AMO animes e mangás que desenvolvem a história, mitologia e cultura do Japão e, encontrar tudo isso em um livro, com uma história bem original, foi realmente emocionante.

Lendo “A Espada de Kuromori” eu me sentia lendo um livro de Rick Riordan. A forma como Jason Rohan desenvolve a sua narrativa lembra muito a do autor da série “Percy Jackson”, não que seja uma cópia, longe disso, porém flui da mesma maneira, de forma que trás uma sensação muito boa de reconhecimento para o leitor. O livro é realmente escrito de forma fácil de ler, ao mesmo tempo em que você não consegue largar até descobrir todos os segredos que nos serão apresentados.

Kenny Blackwood ou Kenny Kuromori, se preferirem a versão japonesa de seu nome, é um personagem apaixonante. Um típico herói que é jogado dentro de uma batalha épica a qual ele é obrigado a travar, porém sua personalidade e suas escolhas fazem o leitor rir com a sua falta de jeito e torcer para que ele seja bem sucedido em sua missão.

Kiyomi é uma das personagens mais interessantes do livro. A menina salva Kenny logo que ele chega ao Japão. Ela age como se fosse sempre autossuficiente e totalmente decidida, alguém inabalável, porém, é fantástico conhecê-la pelos olhos de Kenny. Encontrar as suas vulnerabilidades e conhecer os motivos por trás de suas decisões. Alguém tão forte quanto ela, também precisa de um apoio, e eu tenho certeza que todos os leitores ficarão muito felizes se uma certa pessoa for esse apoio, definitivamente.


“A Espada de Kuromori” é um livro leve e fácil de se ler, porém, isso não faz com que o livro tenha uma narrativa rasa, muito pelo contrário. Você tem uma aula sobre a cultura e mitologia do Japão, além de embarcar em uma busca junto com os protagonistas que fará o leitor amar cada segundo. Fiquei muito triste em terminar o livro, gostaria muito de saber como Kenny se sairia depois de uma reviravolta tão grande em sua vida, porém, após o glossário tem uma grande surpresa. Quem ama séries, como eu, vai ficar muito feliz com o “último capítulo”.

5 comentários:

  1. Oi, Jana!
    Só de ler a premissa do livro fiquei curiosíssima pra ler, lendo o restante da resenha então...
    Que tudo a leitura fluir como se estivéssemos lendo algo do Rick Riordan!
    E como também amo séries, vou ficar muito feliz com o “último capítulo”.
    Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente estou apaixonada por esse livro, tenho certeza que você irá amar também :D

      Excluir
  2. Esse livro parece ser ótimo! Espero conseguir comprá-lo para ler essa incrível aventura. ♥

    ResponderExcluir
  3. Nao tinha muito interesse nesse livro mais depois de ler a premissa ... Fiquei morrendo de vontade de ler ... Indo na livraria ver se compro pra ler .... (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que você irá adorar Bella!!!

      Excluir