Para Onde Ela Foi

| 03 novembro 2014 |
Passaram-se três anos desde o acidente que havia destruído a família de Mia. Apesar de todas as perdas que ela sofreu, seu amor por Adam a fez escolher ficar, continuar vivendo, porém, não ao lado de Adam. Agora, tanto tempo depois, a banda de Adam é famosa no mundo inteiro, ele tem uma namorada maravilhosa, muito sucesso e dinheiro, mas é completamente infeliz. O acidente também deixara nele marcas que nem o tempo pode apagar e que, muitas vezes, só faz com que elas aumentem e seja cada vez mais difícil enfrentar a vida.

Após o final dramático de “Se Eu Ficar”, temos a continuação dessa bela história pelo ponto de vista de Adam. Eu acredito que esse livro não seria nem de perto tão emocionante se Mia fosse novamente a nossa condutora da narrativa. Vários momentos ocorridos antes e durante o primeiro livro, nos são apresentados pelo ponto de vista de Adam, assim, o seu presente cheio de infelicidade, que o transformou em um “cara” completamente diferente daquele apresentado anteriormente é totalmente compreensível quando percebemos toda a dor que ele sofreu por suas próprias perdas, em razão do acidente, incluindo a própria Mia.

Nós encontramos Adam em um momento em que nem mesmo a música, algo que nós sabemos ser uma das grandes paixões de sua vida, consegue fazê-lo feliz. Ele não se relaciona mais nem com os seus próprios amigos de sua banda, e precisa de remédios para enfrentar diversas situações. Mas, que melhor remédio para qualquer problema senão o amor?

Em um momento em que ele queria esquecer de sua vida, esquecer quem ele era, tentar deixar para trás tudo aquilo que tanto o feriu, é quando aquela que nunca deixou de dominar os seus pensamentos surge novamente em seu caminho. Não consigo definir o que mais me agradou nesse momento. O reencontro deles foi como dois velhos conhecidos, porém, que nunca tiveram muita intimidade, tentando manter uma distância respeitosa, porém, em meio a tantas coisas não resolvidas, a tanta paixão reprimida a tanto tempo, é impossível manter a fachada por muito tempo.

Quando Mia resolve mostrar a Adam os lugares que ela mais ama, todos os problemas teriam que vir à tona, e as situações mal resolvidas cobrariam o seu preço. A cada página eu sentia como se eles nunca houvessem ficado separados, apesar da distância que eles tentavam manter. A tensão era tão palpável que fingir indiferença era realmente impossível. Nós ficamos na cabeça de Mia durante um livro inteiro, portanto, foi fácil entender suas atitudes, compreender o fardo que ela sempre carregaria. E foi fantástico conhecer o ponto de vista de Adam, entender que seu sofrimento foi tão grande, ou ainda maior do que o de Mia, pois ele tinha uma perda a mais para carregar, uma perda que ele nunca entendeu as razões pela qual ele havia sido privado de seu amor.


“Para Onde Ela Foi” é uma dessas continuações que conseguem manter tudo aquilo que nos cativou no livro original e fazer com que a narrativa cresça, com que as situações sejam ainda mais marcantes e os personagens ainda mais apaixonantes. É impossível não amar Adam no primeiro livro, e impossível no segundo não querer estar perto para apaziguar a sua dor. Amo quando continuações acrescentam fatos realmente importantes a história e terminam nos fazendo suspirar de alegria. Essa é uma história tão linda, tão emocionante, porém, com tanta dor, que eu não me importaria em ler um pouquinho mais de felicidade em um terceiro livro.

18 comentários:

  1. Achei muito interessante a história do segundo volume ser narrada por Adam, afinal, ele também perdeu tanto quanto Mia. Ainda não li o primeiro livro, mas já ouvi muitas críticas positivas sobre ele, e com certeza esse segundo promete ser ainda melhor: mais cheio de adrenalina, de reviravoltas, encontros e desencontros. Gostei bastante da capa, apesar de achar que não combinou muito com a trama do segundo livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando você for ler, garanta uns lencinhos do lado Patricia :D
      Depois nos conte o que achou!

      Excluir
    2. Pode deixar que eu venho contar, sim :D

      Excluir
  2. Eu simplesmente amei Se Eu Ficar, eu li ele em uma sentada só num domingo, foi tão cativante e eu não conseguia parar de ler até saber qual seria a escolha da Mia. Como eu nunca tinha lido nada a respeito do livro, nem resenhas e muito menos o filme eu realmente pensei que ela iria desistir de viver, não esperava que o final do livro aconteceria aquilo. Mas eu amei a escolha dela e amei mais ainda quando soube que teria uma sequência. Estou muito curiosa pra ler Para Onde Ela Foi, saber o que se passa na cabeça do Adam e ler como será o reencontro deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edmere, eu tenho certeza que você vai AMAR a continuação :D
      Beijos!!!

      Excluir
  3. OIII
    eu praticamente li ele em um dia,desde o inicio ele te prende,concordo com vc se fosse narrado pela Mia não teria sido tão emocionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma sequência perfeita, né?
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Ownt *----*
    Mesmo com toda a dor, parece ser um livro lindo. Essa indiferença deve incomodar um pouco, mas deve ser maravilhoso o desenrolar do livro. Não li o primeiro livro com medo de me decepcionar por causa das mimhas expectativas, mas agora vejo que preciso lê-lo, afinal, não são todos os livros que conseguem prender o leitor nas suas continuações.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois livros são realmente lindos e se complementam de uma forma única <3
      Vale muito a pena ler :D

      Excluir
  5. O que posso dizer do primeiro livro... ele é perfeito pois a cada
    pagina virada enfrentamos o drama e a indecisão da protagonista
    ainda não li "Para onde ela foi" mas estou super ansiosa por começa !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gostou do primeiro, tenho certeza que irá amar a continuação :D

      Excluir
  6. Tenho o livro, mas tem muitas leituras na frente ainda, me sinto atrasada quanto essa leitura…Acho tão belo a forma em que os dois se expressam pela música.
    No primeiro livro, ouvi muitos comentários horríveis sobre a obra e que a segunda era pior e que a capa era pior e blá… muita gente reclamando, eu ainda não tive meu ponto de vista e conclusão sobre, mas mal posso esperar para ler logo, tem tantas obras na frente, que as vezes da vontade de engolir os livros… O filme é um que também não vi, quero ver depois os livros.
    Beijos Jana, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu acho os dois livros encantadores <3
      Espero que você goste também :D

      Beijos!!!

      Excluir
  7. Parece ser uma história incrível, vendo do ponto de vista do Adam, poderemos sentir seus sentimentos, suas perdas e a tristeza no mais profundo do seu coração e sentindo a paixão que ainda existe no mais profundo de sua alma que é toda voltada para Mia. Tenho certeza que essa leitura vai nos levar aos sentimentos entre Adam e Mia e ao mesmo tempo a dor de não ter um ao outro por perto, quando Mia vai embora.
    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um livro lindo, não deixe de ler :D

      Excluir
  8. Você tem realmente razão, foi um livro com muita dor, foi exatamente o que eu senti, p/ mim faltou mais alegria e emoção entre o Adam e a Mia. Achei que começou bem, com Adam contando seus sentimentos, até me emocionei, mas eu esperava muito mais. Não gostei da forma como ele e Mia se reencontraram e da continuação da história a partir daí, muito drama sem sentido, achei sem conexão, não me convenceu, o primeiro livro foi bem melhor, na minha opinião!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto mais do primeiro livro. E concordo com você, afinal de contas, foi tanto sofrimento no primeiro que eles mereciam um pouco mais de felicidade nesse :D

      Excluir
    2. Quem sabe no filme melhorem um pouco a história! Vamos torcer! :)

      Excluir