Apenas Um Dia

| 05 janeiro 2015 |
O quanto uma pessoa pode mudar em “Apenas Um Dia”? O que poderia acontecer para alguém ter um surto de coragem e rebeldia e aceitar fazer algo que mudaria o seu modo de ver a vida para sempre? É exatamente isso o que Allyson irá descobrir em “Apenas Um Dia”.

Allyson é uma garota muito querida e amada por seus pais. Ela sempre teve as melhores oportunidades, iria para uma grande faculdade, cursaria medicina e sempre seria o orgulho de sua família. A sua vida sempre havia sido fácil e completa, até ela perceber que nunca havia sido dona de sua vida, que nunca tinha feito suas próprias escolhas. Nesse momento, quando ela comete o maior ato de rebeldia que ela poderia imaginar, ela nunca mais seria a mesma.

Durante uma viagem pela Europa para comemorar a sua entrada na faculdade, Allyson se sente deprimida por não ter tido a oportunidade de ir até Paris como ela havia sonhado. No fim da viagem, quando um completo estranho lhe convida a visitar Paris com ele, a velha Allyson jamais aceitaria, aquele era um ato completamente insano, porém Lulu, como ele havia lhe apelidado, era alguém corajosa, alguém que não pensava, apenas agia, dessa forma, Allyson foi realizar seu sonho de conhecer Paris, mesmo que ele não terminasse tão bem quanto ela pensou a princípio.

A protagonista de “Apenas Um Dia” consegue literalmente mudar da água para o vinho em algumas páginas. De alguém de segue à risca todos os planos que seus pais traçaram para a sua vida, que jamais quebra as regras, e que nunca faria nada insensato, para uma garota que abandona a sua amiga para viajar com um completo estranho, para um lugar que ela sequer consegue se comunicar por não falar a língua.

Não é como se a protagonista mudasse em questão de segundos, isso é que é interessante. É possível perceber que aquela vontade de ter uma vida diferente e a coragem de embarcar em algo completamente novo estavam dentro dela o tempo todo, porém impedidos de sair pela super proteção de seus pais. Mas, quando algo importante vem à tona, é impossível que tudo volte a ser como antes.

A verdadeira mudança de Allyson começa no seu retorno. Apesar de ter sofrido uma grande decepção nesse “dia especial”, sua maior tristeza era ter que voltar a sua vida, voltar a ser a filha obediente, que orgulha seus pais em detrimento de suas vontades. A sua depressão é claramente direcionada para a decepção que ela teve, porém, a autora deixa claro que muito mais do que um amor de um dia, ela sente falta de quem ela foi por apenas um dia, ou seja, de quem ela realmente é.

Allyson descobriu que a vida pode ser um livro cheio de regras ou um de aventuras, no qual você não sabe o caminho, nem onde quer chegar, mas que vale muito a pena ser lido. A escolha só depende de você. Um livro maravilhoso, mas com um final que me deixa realmente aflita. Terminar no meio de uma cena sempre nos deixa ansiosos por algo mais, e a cena do final está me fazendo desejar uma continuação. Tomara que ela exista.

12 comentários:

  1. Ahh Jana *-*, ganhei este livro. Estou muito ansiosa para ler. Nunca li nada da Gayle. Achei a Alysson uma protagonista bem legal, gostei dela logo de primeira vista. Apesar de seus pais serem um saco. A atitude que ela toma ♥. Fiquei tensa com essa volta dela, não quero que ela fique triste ou a vida dela sendo manipulada.
    As escolhas dependem de nós mesmos.
    Abraços Jana,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Thayna!!!
      Espero realmente que você goste :D
      Volte aqui depois e nos conte o que achou <3

      Excluir
  2. Eu acho que o livro promete ser ótimo, o meu problema é " será que no fim els se encontram?" Sou chegada em romances com fins felizes rs Parece ser uma ótima trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummmmmmmmmm... não quero te falar nenhum spoiler Luana, mas o final não é feliz nem triste... hehehe...
      Leia e depois me conte o que achou, desabafe, essas coisas típicas de fim de livro :D

      Excluir
  3. Me interessei muito no livro, só pelo final nos dar o gostinho de querer algo a mais, como você disse.
    Gostei bastante dessa resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Mirian, espero que goste desse livro :D

      Excluir
  4. Eu adorei os livros Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, a escrita da Gayle Forman é super gostosa de se ler. Eu li o primeiro capítulo da livro Apenas Um Dia e já amei, agora lendo sua resenha eu me interessei muito mais pelo livro, parabéns :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, espero que você realmente goste desse livro :D
      Depois me conte o que achou <3

      Excluir
  5. Me apaixonei pelo livro,ainda não tive a oportunidade de le-lo, mas pelo pouquinho que ouve fala e le sobre ele, me deu vontate de devovar(ler) o livro em um so dia, realmente Gayle Forman sabe surpreender a gente ... os romances mais emocionantes e envolventes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é realmente lindo, você vai adorar :D

      Excluir
  6. Amei a resenha e quero ler esse livro tipo, pra ontem! haha
    Li da autora o Se eu ficar e não me conquistou muito, sabe? Acho que não era o momento de ler. Tanto é que pretendo reler! Mas de qualquer forma, eu gostei bem mais dessa "temática"/ambiente de Apenas um dia. A viagem, o romance, amadurecimento, conflitos típicos da juventude, foi o que mais me fez ficar interessada no livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é realmente muito fofo, Clarice.
      Eu acabei de terminar a continuação, "Apenas Um Ano", e é tão bom quanto.

      Espero que você goste :D

      Excluir