Eu Te Darei o Sol

| 24 julho 2015 |
Noah e Jude eram gêmeos inseparáveis. Eles quase sentiam que eram uma única alma dividida em dois corpos. Porém, mesmo uma ligação tão forte pode ser fragilizada pelas diferenças, pelo egoísmo, pela raiva e por uma grande tragédia.

Enquanto Noah era um garoto considerado estranho, apenas por ter um lado artístico muito aflorado, que tinha um mundo muito particular em sua mente, Jude também era uma menina especial, mas que tentava a todo custo de encaixar, se tornando alguém quase normal. Quando um novo menino chega ao bairro, Noah imediatamente se interessa por ele, e quer afastá-lo de qualquer jeito de sua irmã ao perceber a sua aproximação. Além disso, a mãe dos gêmeos tinha uma clara preferencia pela arte de seu filho. Esses, entre outros empecilhos, começaram a criar barreiras entre duas criaturas, antes, inseparáveis.

Eu devo confessar que comecei a ler esse livro um tanto desanimada. Logo de cara eu imaginei que esse não fosse o tipo de livro que eu gosto de ler, mas estou imensamente feliz por não ter desistido da leitura. Esse livro não me conquistou apenas porque eu não esperava muito dele, mas por ele ser realmente fantástico. Às vezes eu comento como é necessário que o autor consiga nos fazer criar uma empatia, um elo com os personagens, e muitos autores conseguem esse feito, mas poucos com tamanha intensidade. Depois de certo momento, era quase como se Noah e Jude estivessem me emprestando a sua existência para que eu também vivesse aqueles momentos, pois foi exatamente o que eu senti, como se estivesse vivendo aquela história.

O livro é intercalado entre capítulos narrados por Noah entre seus 13/14 anos e Jude, mais ou menos 3 anos depois. A autora não quer nos esconder nada. Quando os capítulos se intercalam, descobrimos fatos que ainda vão acontecer, o que nos leva a questionar como aquilo pode ter acontecido. Isso foi tão interessante. Além de ficarmos ansiosos para saber o que vai acontecer, com as informações que já temos, a maior ansiedade é para descobrir como as coisas chegaram naquele ponto. É emocionante acompanhar o desenrolar dessa história e descobrir as razões dos protagonistas para terem cometidos tantos erros.

A forma como a autora criou o ponto de vista de Noah e Jude foi algo que eu estranhei no começo, até me acostumar com aquela forma fantástica que os protagonistas usavam para se expressar.  Noah é um grande artista, então criava quadros, e os batizava, em sua mente, para tudo de importante que acontecia em sua vida. Jude, que se sentia tão culpada por tantas coisas em seu passado, tentava se proteger de tudo e de todos, da maneira que pudesse, desenvolvendo um incrível conhecimento por doenças e seguindo a risca uma série de regras absurdas deixadas por sua avó.

Só posso resumir esse livro em uma palavra: genial. A autora construiu uma trama simples, a história de dois irmãos que precisam aprender com os seus erros, porém, as personalidades dos protagonistas são tão peculiares, tão únicas e tão bem desenvolvidas que eu me sentia, não como se eu tivesse passando por aquelas páginas, mas como se aquelas páginas estivessem passando por mim. Quase não consigo descrever o que é conhecer Noah e Jude e acompanhar a sua história. Espero que cada leitor tenha essa oportunidade. Esse é um livro realmente único.

8 comentários:

  1. A capa é linda o titulo chama a atenção mais li a resenha também e não achei muito interessante e a editora fez uma propaganda danada do livro na época do lançamento mais fazer o que tem pessoas que gostam né.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Marília, acho que vale muito a pena ler.
      Você pode até não gostar, mas, se for como eu, você vai achar estranho no começo, mas depois vai se apaixonar :D

      Excluir
  2. Oi, Jana!
    Eu amo livros que a gente cria esse elo com os personagens, o que é mesmo difícil de acontecer.
    Essa forma como a história é contada é mesmo interessante.
    Muito boa a resenha! Um bjo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Dilza :D
      Espero que você também goste desse livro.
      Beijos!!!

      Excluir
  3. Que resenha incrível, adorei:D
    Não conhecia o livro, mas já fiquei imensamente curiosa e até vou marcar na minha wishlist *-*
    beijos,

    As aventuras da Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Ana!
      Espero que você goste :D

      Excluir
  4. Estou doida pra ler esse livro, parece mesmo um livro realmente único, super emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais interessada em conferi essa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois nos conte o que achou do livro :D
      Beijos!!!

      Excluir