Tocando as Estrelas

| 09 julho 2015 |
Paige sempre sonhou em ser atriz. Desde pequena implorava para a sua mãe levá-la a testes e participava de pequenos comerciais e peças escolares. Quando surge a oportunidade de ela fazer o teste para um grande filme, Paige não deixaria essa oportunidade passar, porém, não imaginava o quanto sua vida, profissional e pessoal, mudaria com a sua entrada para o mundo das celebridades.

Quando os produtores de uma famosa série de livros, “Locked”, estão procurando uma atriz novata para o papel principal, Paige encontra a melhor chance de sua vida. Ela deixa a sua cidade para filmar em uma praia fantástica no Havaí. Ela tinha um quarto de hotel maravilhoso, pessoas que cuidavam de seu bem-estar, cabelo e maquiagem o tempo todo. E, apesar de um diretor linha dura, seu par romântico era um dos homens mais lindos do momento e ele era muito além disso. Rainer era engraçado, fofo e parecia realmente gostar dela.

Tudo seria perfeito se Jordan Wilder não estivesse no elenco. Ele era quase um bad boy, que mal falava com Paige e tinha muitos assuntos não resolvidos com Rainer. Isso não deveria importar muito, Rainer era perfeito e seria perfeito para Paige, em algo muito além das telas, mas ela não conseguia tirar Jordan, suas mãos, seus lábios e suas palavras, de sua mente.

Uma coisa que logo me encanta em livros é quando eu encontro um tema um tanto quanto “inédito”, pelo menos para mim. Eu nunca tinha lido um romance que falasse sobre a produção de um filme, sobre as celebridades que participam dele e todo o universo que existe por trás das câmeras. Como Paige nunca tinha feito algo realmente grande em sua carreira, foi realmente interessante conhecer esse mundo através de seus olhos. Faz com que a gente se sinta um pouco como a protagonista, desbravando e conhecendo juntos esse mundo.

Os dois co-protagonistas da história, tanto do livro quanto do filme, são personagem muito interessantes e que a autora soube trabalha-los de uma forma que eu realmente gosto, envolvendo a disputa e o inesperado. Você conhece bem tanto Rainer quanto Jordan, se apaixona pelos dois e fica tão indecisa quanto a protagonista quanto a quem deve ser o escolhido. Você espera que a qualquer momento a autora faça com que um deles cometa algum erro que ajude na sua decisão, que algum deles mostre que não é digno da nossa admiração, porém, as coisas só pioram e a indecisão da protagonista, tanto quanto a nossa, só tende a crescer.

É exatamente por isso que esse é aquele tipo de livro que você vai amar ou odiar o final, dependendo para quem você estava torcendo. Eu não sei que fico triste ou feliz com a escolha de Paige. Na verdade, tenho os dois sentimentos dentro de mim, feliz por alguém que conseguiu encontrar um pouco de felicidade em um momento de sofrimento, e triste por alguém que abriu mão da própria felicidade para que uma pessoa importante pudesse ser feliz.

“Tocando as Estrelas” é um romance encantador. O mundo dos holofotes é um lugar onde todo mundo, seja qual for o momento ou a idade, já sonhou em estar algum dia. É interesse ver como as coisas podem ser, às vezes, tão normais quanto estar em casa, ou o momento mais assustador de sua vida. Mas a pessoa tem que continuar lidando com aquilo e com as consequências de suas escolhas, que sempre são transmitidas para o mundo inteiro. 

6 comentários:

  1. Oi, Jana!
    Fiquei interessada um pouco no livro por falar sobre a produção de um filme, deve ser bem interessante. Acho que vou conferir, apesar de ser romance! rs
    Abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem fofinho, Dilza!
      Espero que você goste.
      Beijos!!!

      Excluir
  2. Não li o livro mais parece ser bom, a capa é linda e o gênero me chamou a atenção, mao vou falar que vou ler pq ja to com muitos na minha lista ja tem bastante que quero ler para agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse sempre é um problema... hehehe
      Beijos!!!

      Excluir
  3. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais curiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir