Como Se Apaixonar

| 15 novembro 2015 |
Christine havia acabado de testemunhar um homem atirar na própria cabeça, mesmo que ela tivesse tentado ajudá-lo, quando ela conheceu Adam. Ele estava em uma ponte, preparado para também acabar com a própria vida, porém, dessa vez Christine conseguiu impedir que ele fizesse uma loucura. Agora ela tinha poucos dias para ajudar Adam, para provar que a vida valia a pena ser vivida.

Depois de ler “Simplesmente Acontece”, que eu acho simplesmente maravilhoso, eu estava um pouco decepcionada com o começo do livro. Ele não me arrebatou logo de cara, mas fico muito feliz de ter continuado a minha leitura. Poucas páginas após o início da narrativa, quando Adam aparece, a história engrena e você não consegue mais parar de ler.

Quando Christine nos é apresentada, ela parece uma pessoa completamente fora do normal. Alguém que quer realmente ajudar as pessoas a ponto de cancelar seus compromissos por duas semanas para ajudar um homem que havia tentado se matar, e ela nunca tinha visto na vida, porém, esse homem não era uma pessoa qualquer.

Adam era o herdeiro de uma grande empresa, mas que não sonhava em assumi-la, mesmo com a morte eminente de seu pai, queria a namorada de volta, mas ela o havia traído com o seu melhor amigo e sua irmã era uma foragida da justiça. Tudo isso faz com que o personagem seja muito sensível e frágil, alguém que realmente precisava que segurassem suas mãos e o impedisse de fazer uma besteira, mas, nas horas em que ele estava bem, às vezes até feliz, Adam se mostrava a pessoa maravilhosa e gentil que se escondia embaixo de todo aquele sofrimento, alguém quase impossível de não se apaixonar, algo totalmente impossível para Christine.

Foi tão interessante e intenso ver a luta de Christine que, mesmo sem saber exatamente o que estava fazendo, consultando livros para tentar lidar com aquela situação, seu coração sempre sabia o que era o certo e o que Adam precisava ouvir para novamente sentir prazer pela vida. Além da razão de Christine fazer todas essas coisas ser algo que eu nunca teria imaginado.

Cecelia Ahern foi mais uma vez maravilhosa em criar essa história de amor tão singela e prazerosa de se ler. Tirando algumas páginas logo no início, o livro como um todo é perfeito, e o final é daqueles de suspirar fechando o livro, assim como “Simplesmente Acontece”. Eu gostei de “A Lista”, mas esperava um final mais emocionante para todo aquele mistério, então, como esse tinha sido o último livro que eu li da autora, fiquei com um pouco de medo de me decepcionar com o final, mas eu não poderia esperar nada melhor.

“Como Se Apaixonar” é um livro sobre dor e superação. Sobre o que alguém realmente precisa em sua vida quando nada mais parece fazer sentido. Quando parece que o mundo lhe vira as costas, quando tudo começa a desmoronar, às vezes só é preciso uma pessoa para fazer a diferença. A pessoa certa no momento certo. 

12 comentários:

  1. Estou doida pra ler esse livro, gosto muito da escrita da Cecelia Ahern, parece ser super emocionante e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história e suspirar também com o final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é encantador, espero que você goste :D
      Beijos!!!

      Excluir
  2. Jana!
    Os livros da Cecilia trazem sempre ensinamentos para nossa vida e é isso que mais gosto nela.
    Será uma das minhas próximas leituras e espero gostar tanto quanto você.
    “A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Oiiiii
    eu li simplesmente acontece e amei ainda não li esse,mas ja quero muito ele parece ser muito bom.
    Amei a resenha :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bem fofo também. Tenho certeza que você vai gostar :D
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Oi, Jana. Como se Apaixonar é um livro que se destaca, para mim, por ser da Cecelia Ahern. Entretanto, esta história não me prendeu da forma como outras resenhas de outros livros, como Simplesmente Acontece e P.S. Eu Te Amo, me envolveram. A trama passada em Como se Apaixonar me deixou um pouco desapontado, é uma atitude nobre de Christine ajudar os "necessitados" mudando o rumo de muitas vidas, mas mudar a sua própria rotina para isso me deixou confuso. Adam me pareceu mais legal que a protagonista, cheio de dificuldades, drama e sensibilidade. Gostei da premissa, mesmo confusa para mim.
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode parecer confuso, mas eu não posso revelar a razão dela agir dessa forma sem contar algo muito importante, que eu acho que é legal descobrir durante a leitura.
      Espero que lendo o livro seja menos confuso para você :D
      Beijos!!!

      Excluir
  5. Nossa, a cada resenha fico ainda mais curiosa e loucaaaa para ler esse livro, parece ser maravilhoso, sua resenha me deixou ainda mais curiosa, se tivessse o livro começaria a lê-lo agora mesmo rsrsrs
    Bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é realmente um amor :D
      Espero que você goste.
      Beijos!!!

      Excluir
  6. OI! Gosto de livros sobre superação e de amor, antes do caso de um romance entre o dois acho que a mocinha teve um caso de amor pelo próximo sem interesse de qualquer espécie, esse modo que ela se doou para resgata-lo dele mesmo dar uma sensação de esperança. E estou curiosa pelos motivos que a fizeram tomar essa iniciativa. Acho que é uma história de amor que merece ser lida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses "motivos", Nadja, são bem interessantes, assim como a história como um todo. Espero que você também goste desse livro :D
      Beijos!!!

      Excluir