Nina Scott

| 09 maio 2016 |
“Um turbilhão de teorias me assombrava.
Em nenhuma delas, entretanto, eu poderia imaginar o que descobriria em breve.”

Nina é uma daquelas personagens incríveis de acompanhar o seu crescimento e evolução no decorrer dos livros. Diferente de outras narrativas que tipicamente seguem “a jornada do herói”, ela nunca foi uma adolescente comum. Suas pupilas verticais, sua vida quase nômade, e os acidentes que sempre a perseguiram, fazem com que o leitor já entenda o quanto ela é especial, mesmo antes do seu “chamado para a aventura”.

Por mais que a narrativa dos três livros seja contada em um curto período de tempo, é impossível não perceber, e entender, o quanto a personagem conseguiu amadurecer (ou foi forçada a isso), devido aos obstáculos e provações que surgiram em sua vida.

Perder a mãe, ser lançada em um universo sobrenatural inacreditável, descobrindo que ela fazia parte de toda essa loucura, ter o seu coração e sua mente batalhando para descobrir quem havia enlouquecido (o coração por amar alguém impossível de se confiar, ou a mente por negar esse amor) e enfrentar a morte mais de perto do que ela jamais imaginaria.

Protagonista de uma história única e incrível, Nina consegue ser uma personagem realmente fantástica que merece o posto de nossa Personagem da Semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário