O Aprendiz

| 07 julho 2017 |


Passar fome, ser humilhado constantemente e trabalhar com afinco era tudo o que Fletcher conhecia de sua vida. Ele havia sido criado por um ferreiro, após ter sido abandonado quando bebê para morrer no frio. O garoto não conseguia ter grandes perspectivas para a sua vida, até a chegada de um soldado das frentes de batalha, com um caderno que mudaria sua vida.

Fletcher ganha um caderno que foi de um conjurador e consegue, ninguém sabe como, conjurar sozinho o seu próprio demônio. Após a criatura quase matar o filho de um homem muito poderoso em sua vila, ele foge e consegue chegar a Academia Vocans, onde seria devidamente treinado para ser um mago de batalha e lutar na guerra usando sua magia, porém, ninguém poderia descobrir o seu segredo, ou tudo o que ele havia conseguido se perderia para sempre.

O autor do livro, Taran Matharu, é um dos muitos autores que conseguiram fazer sucesso no Wattpad e assim conseguiram vender suas obras para grandes editoras. Esse é um livro de fantasia que consegue criar um universo interessante, onde poucos favorecidos, principalmente aqueles de famílias nobres, tem aptidão para a magia, capacidade de conjurar demônios e lutar contra os orcs, que ameaçavam acabar com todos os humanos.

Apesar de muitos clichês, gostei muito da forma com o autor desenvolveu a sua história, tanto a parte fantástica, quanto a mais perto da nossa realidade. Seu universo é formado por dimensões diferentes, onde os demônios podem ser encontrados/conjurados, dimensões até dentro do corpo do próprio conjurador e locais ainda não explorados, devido aos perigos ali existentes.

A obra também trata muito de preconceitos, diferenças sociais e questões políticas. Os plebeus são tratados de forma claramente inferior aos estudantes nobres, que já começam na Academia em vantagem, por terem demônios fortes, capturados pelos próprios pais. Alianças com raças diferentes, como os elfos, não conseguem ser tão efetivas, quando os humanos que deveriam apoiá-los os tratam com violência e rancor. A guerra muitas vezes serve para mostrar apenas a superioridade das famílias nobres, quando todos deveriam lutar lado a lado, contra um inimigo em comum.

“O Aprendiz” nos apresenta a um protagonista que não tem a menor ideia de quem realmente é, o seu passado, mas que não tem uma perspectiva melhor para o seu futuro, até que ele descobre ser alguém muito poderoso, com um aliado à sua altura. Ao mesmo tempo, não foi criado nesse universo, portanto, estava muito atrás de seus colegas nobres, superiores a ele em conhecimento e influências. A narrativa consegue trazer pontos bem interessantes do que pode estar por vir nessa série, o que me deixa ansiosa pelos próximos capítulos.

5 comentários:

  1. Oi, Jana!
    Esse livro é novidade para mim. Gostei da capa e da premissa, já que engloba temas bem importantes, como o preconceito, diferenças sociais e questões políticas, como você citou. E com um protagonista que tem tudo para tornar o enredo cativante!
    Adoro fantasia, quando bem construída. Acho que vou gostar muito dessa série!
    Obrigada pela indicação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a obra ainda e confesso que fiquei bem curiosa.
    Fletcher passar por um bocado de dificuldades e conquistar esse caderno, pra logo se tornar um guerreiro, chama bastante a atenção.
    Fora essas questões, esses temas importantes que são abordados.
    Parece ser uma obra completinha e muito bem desenvolvida.
    Gostaria de conhecer sim a história, pois sua resenha me deixou bem interessada.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Olá,livros repletos de fantasia, sempre me deixam curiosa em ler.
    E além disso, trata de assuntos que infelizmente sempre fizeram parte da sociedade. Os ricos sempre com seus privilégios, e os pobres sofrendo com suas ambições.
    Mas pelo menos para o Fletcher , será diferente. Assim espero! :)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá,livros repletos de fantasia, sempre me deixam curiosa em ler.
    E além disso, trata de assuntos que infelizmente sempre fizeram parte da sociedade. Os ricos sempre com seus privilégios, e os pobres sofrendo com suas ambições.
    Mas pelo menos para o Fletcher , será diferente. Assim espero! :)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Jana!
    Realmente os elementos presentes no livro trazem uma grande história fantástica e gostaria de ler.
    Achei apenas a protagonista bem novinha para tantos poderes, mas tudo bem.
    Muito bom ler um livro que "mescla a magia dos mundos fantásticos com criaturas poderosas em duelos de tirar o fôlego."
    E ainda traz "histórias interessantes e incríveis sobre os primórdios da raça humana, a origem dos elfos, anões, orcs e muitas outras histórias fascinantes, sem dúvidas as melhores e mais emocionantes cenas foram as de lutas e do torneio."
    Nem tem como não querer ler, né?
    Um maravilhoso final de semana!
    “Não saber é o que torna nossa vida possível.” (Lya Luft)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir