Química Perfeita

| 21 novembro 2017 |
Duas pessoas que se escondem por trás das aparências, que gostariam de viver vidas completamente diferentes, que estão em lado opostos do mundo. Brittany é uma garota branca, de família rica e tradicional, que tenta passar para todos em sua escola, e para o mundo, o quanto sua vida é perfeita. Alex é mexicano e membro de uma gangue. Seus destinos jamais se cruzariam, até uma certa professora de química coloca-los lado a lado, e eles finalmente começarem a quebrar os muros que ambos haviam construído.

Esse livro trata de um tema muito delicado, o preconceito como os americanos tratam os imigrantes, como eles podem não se misturar em determinados lugares e o quanto uma pessoa pode se machucar ao tentar fazer isso. Além de uma história sobre o amor de dois estudantes, a autora, Simone Elkeles, fala sobre preconceito, doenças, problemas familiares e criminalidade nessa obra.

Brittany tenta ser a filha perfeita para que os pais possam dar atenção a irmã mais velha. Shelley nasceu com paralisia cerebral, portanto requer os mesmos cuidados de uma criança pequena. Brittany ama a irmã desesperadamente, e tenta não dar nenhum tipo de trabalho ou preocupação aos pais, para que eles pudessem se dedicar cem por cento a irmã, mas não é o que acontece. Seu pai quase nunca está em casa e sua mãe esquece da filha mais velha, dedicando a atenção a aquela que poderá passar para todos a imagem de que são uma família perfeita.

Alex foi obrigado ao seguir os passos do pai e entrar para uma gangue, para que sua família ficasse em segurança. Depois de ter visto o pai ser assassinado, quando era apenas uma criança, ele sabia exatamente o que significava aquela vida e o quanto ele teria que se esforçar para que a mãe e os irmãos ficassem em segurança. Porém, pela primeira vez em sua vida, Alex queria abandonar aquela vida, ser um estudante normal, com o sonho de se formar e ir para a faculdade, junto de Brittany.

Essa é uma narrativa romântica, com protagonistas encantadores, que nos cativam com a sua trajetória e desafios, mas a autora realmente conseguiu desenvolver a história de cada um individualmente, seus desafios, problemas e fantasmas que cada um tinha em sua vida. O quanto eles poderiam perder ao derrubar a fachada que haviam construído, pois somente dessa forma seria possível realmente viver aquele amor.

“Química Perfeita” conta a história de duas pessoas que devem escolher arriscar tudo, mudar completamente suas vidas, ou perder um grande amor. A autora soube realmente encaminhar a sua história para um desfecho perfeito. Alex e Brittany são dois protagonistas de mundos completamente diferentes, que devem arriscar muito por aqueles que amam. Amei cada página e torci cada momento para que, mesmo perante tantos obstáculos, eles pudessem encontrar seu merecido final feliz.

4 comentários:

  1. Olá Jana! Esse livro já está na minha lista de leitura faz tempo, desde quando foi lançado pela outra editora, cada resenha que vejo dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história que além do romance fala sobre preconceito, doenças, problemas familiares e criminalidade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá,não conhecia o livro ainda. E lendo a resenha, gostei muito da história de Brittany e Alex.
    Pois não é somente um romance juvenil bobinho. Conta com personagens com problemas reais,que passam por situações bem difíceis.
    E acredito que juntos,conseguirão forças um no outro para "aliviar" as dificuldades.


    Espero ainda ter a oportunidade de ler esse livro. :)

    ResponderExcluir
  3. Jana!
    O enredo e a capa são bem atraentes e até entendo o motivo para que esteja surtada, mas vou esperar alguma resenha para ver se o livro é mesmo bom de verdade.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ Lança o saber e não terás tristeza.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jana!
    Confesso que antes de ler sua resenha nunca me interessei em ler Química Perfeita pois pensei que seria mais uma história do tipo "mocinha rica e mocinho pobre bad boy" o que confesso não me atrai... mas pelo que li na sua resenha eu estava enganada, né?! A história de Brittany e Alex é mais que isso, e foi os assuntos abordados pela Simone Elkeles - preconceito, criminalidade... - que despertaram o meu interesse e me convenceram de ler esse livro...
    Então, valeu pela dica, já adicionei na minha lista de leitura!
    Abraços.

    ResponderExcluir