Contos de A Fúria e a Aurora

| 15 fevereiro 2018 |
Esse livro exemplifica muito bem o ditado: “Nos menores frascos estão os melhores perfumes”. No caso desse frasco, podemos encontrar fatos incríveis e encantadores que aconteceram no livro “A Fúria e a Aurora”, mas que pela protagonista não estar presente, não foi possível saber o que aconteceu. Até esse momento.

O primeiro conto “A Coroa e a Flecha” vemos toda a aflição, rancor e medos de Khalid por ter que matar dia após dia, aurora após aurora, suas esposas por conta de uma terrível maldição. Ele fica chocado por saber que sua esposa daquela noite havia se voluntariado para aquele destino cruel. Ele se impressionou com o ódio que havia naqueles olhos e precisava descobrir o real motivo dela estar ali. (Nesse momento, saber um spoiler nunca me deixou tão feliz.)

“O Espelho e o Labirinto”, segundo conto do livro, também do ponto de vista de Khalid, estamos nas cenas finais do primeiro livro, quando a cidade está devastada. O Rei retorna e fica desesperado em busca de sua amada, que foi embora antes que o caos reinasse completamente. Ele fica divido entre ir atrás de Sherazade e o seu dever com o seu povo. Mas, como se achava um homem amaldiçoado, não podia ter direito a felicidade, muito menos o amor de alguém tão especial. Impossível não se emocionar junto a Rei tão bom para o seu povo, com um peso tão grande em seus ombros.

“A Mariposa e a Chama” começa uma sequência de capítulos narrando a história de Despina e Jalal. Essa parte realmente me fez ficar desejando que esse livro fosse muito, muito mais extenso, com centenas de histórias desse casal maravilhoso. Despina é apresentada como criada da Rainha (a primeira esposa de Khalid), porém, a mesma já trouxe seus próprios criados, deixando Despina receosa com seu cargo no Palácio. Jalal, acostumado a ver todas as mulheres aos seus pés, vê àquela criada determinada e forte como como um desafio, do qual ele não iria fugir.

A história do casal, não vista pelos olhos de Sherazade, é linda, principalmente quando conhecemos o desfecho dessa história. Acredito que a autora, Renée Ahdieh, poderia escrever um livro inteiro tendo esse casal como protagonistas, pelo ponto de vista de ambos. Despina de Jalal conquistaram meu coração tanto quanto Khalid e Sherazade, muito mais agora, com esses contos incríveis.

Um livro tão pequeno quanto fantástico. “Contos de A Fúria e a Aurora” nós dá um gostinho a mais dessa história tão maravilhosa das Mil e Uma Noites e aumenta ainda mais nossa vontade de ler cada vez mais sobre essa incrível narrativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário