Lead

| 04 março 2018 |

Jimmy é o integrante mais complexo da banda Stage Dive. O vocalista amado pelas fãs já teve que superar muitos problemas para seguir em frente com a sua carreira. Tendo passado por uma clínica de reabilitação para se livrar de seus vícios, Jimmy agora precisa de alguém ao seu lado para controlá-lo, quando a tentação de voltar a antigos hábitos for forte demais. Lena parece ser perfeita para o papel, porém, talvez ela não consiga manter um relacionamento profissional em primeiro lugar, vivendo ao lado de alguém como Jimmy.

Amei imensamente os dois primeiros volumes da série “Stage Dive”, mas foi impossível não me perder completamente com a intensidade de Jimmy como protagonista. No terceiro livro da série, a autora, Kylie Scott, trouxe o personagem mais complexo da banda apresentado até agora. Lena teria que lidar com um homem que tivera uma infância muito difícil, sucumbiu as drogas e ao álcool para se livrar de seus problemas e agora tentava se recuperar, seguir em frente.

Lena não era a pessoa certa para esse papel, mas era uma das poucas pessoas que Jimmy aguentava conviver diariamente. Mesmo com o seu lado mandona, ela era “suportável” para ele. O vocalista da banda é o personagem mais introspectivo apresentado até agora, portanto, o mais complexo de descobrir o que poderia estar se passando por sua cabeça.

Essa é uma série erótica, portanto esperamos por cenas de sexo, mas, no caso desse livro em especial, temos que esperar muito. A cena incluída na orelha do livro demora muitas páginas para acontecer, exatamente por conta dos sentimentos do protagonista masculino.

O livro é narrado por Lena, portanto, não sabemos o que se passa na cabeça de Jimmy a maior parte do tempo. Ele parece ser alguém triste, com dificuldades para deixar as pessoas se aproximarem e que luta a cada momento para não sucumbir aos seus vícios. É isso que torna esse livro tão especial perante os dois primeiros. David e Mal são incríveis, mas muito mais abertos a expor e aceitar os seus sentimentos. Jimmy parte do princípio que não sabe amar e que nunca será amado. Alguém que tentou proteger o irmão mais novo a todo custo, por isso enfrentou mais provações em sua vida familiar do que qualquer um poderia imaginar. Alguém assim não consegue facilmente se entregar a felicidade, mesmo se ela está na forma de uma garota incrível e mandona, bem ao seu lado.

“Lead” traz o casal da série que mais teve que caminhar, se conhecer, e entender cada um o seu coração para finalmente encontrarem uma forma de estarem juntos. Jimmy é um personagem interessante desde o primeiro livro, mas agora é um personagem inesquecível. Nunca pensei que eu pudesse me apaixonar tanto por Jimmy tendo conhecido os protagonistas de “Lick” e “Play”, mas a autora soube como guardar o que ela tinha de melhor para a sequência. Mal posso esperar para o que me aguarda no último livro da série “Stage Dive”.

Um comentário:

  1. Gente do céu!!!
    Eu só leio comentários bem entusiasmados sobre cada um desses personagens masculinos dessa série.
    E com toda certeza não tem como não desejar conhecer cada um deles.
    Espero poder chegar ao terceiro livro , tão empolgada quanto você.

    Bjs .

    ResponderExcluir