Serafina e a Capa Preta

| 22 março 2018 |

Desde sempre, Serafina viveu escondida no porão da mansão Biltmore com seu pai. Ela tinha a casa inteira para explorar, portanto que seguisse duas regras definidas pelo seu pai: jamais ser vista e nunca sair além dos terrenos da mansão, principalmente nunca ir até a floresta.

Serafina nunca entendeu porque ninguém poderia saber de sua existência e o seu pai também nunca lhe deu uma explicação. Ela vive na mansão Biltmore e é a C.O.R (caçadora oficial de ratos). E Serafina é uma excelente caçadora, pois consegue ver bem no escuro e andar sem fazer barulho. Nenhum rato era páreo para ela, pois a noite era seu domínio.

Em uma das noites de caçada, Serafina se depara com algo completamente diferente: um homem arrastando uma criança dentro da mansão. O mais estranho é que o homem estava envolto em uma capa preta e a mesma simplesmente fez a criança desaparecer. Mas esse não foi o único caso. Mais e mais crianças, filhos e filhas dos hóspedes dos Vanderbilt, donos da Mansão Biltmore, começam a desaparecer sem qualquer pista.

Serafina é a única que sabe que o Homem da Capa Preta é o responsável, mas quando seu pai não acredita nela e ninguém sabe de sua existência as coisas começam a se complicar. Porém mesmo com todas essas adversidades, Serafina consegue algo pelo o que sempre sonhava um amigo. O jovem Braeden Vanderbilt, sobrinhos dos donos da mansão, acaba por se unir a Serafina para descobrir o que está ocorrendo e quem é o Homem da Capa Preta.

Braeden é um jovem, que perdeu seus pais e devido a essa tragédia acabou indo morar com seus tios. Ele possui grande afinidade com os animais, principalmente seu cão Gideão e com os cavalos. Sempre teve dificuldade de se relacionar com as pessoas, mas encontrou em Serafina uma amizade verdadeira e pura.

No livro há um mistério em torno de Serafina, pois a mesma não é uma criança normal, ela enxerga no escuro, tem cabelo de cores diferentes e olhos âmbar. Até sua estrutura é diferenciada. O pai a mantêm escondida por toda a vida, porém chega um momento em que a curiosidade por descobrir a verdade sobre si mesma se torna maior que qualquer advertência paterna. A caminhada por se descobrir encontra-se com a necessidade de decifrar o que está ocorrendo na Mansão Biltmore, envolvendo as crianças desaparecidas e a capa preta.

A Capa do livro é linda, mostrando a silhueta de Serafina junto com a Mansão Biltmore. É o tipo de capa que mesmo sem ter conhecimento do conteúdo te chama a atenção e te faz pegar o livro em uma livraria, só para dar uma olhadinha.

Serafina e a Capa Preta é um livro sobre descobertas e mistérios. Quando se inicia a leitura e o mistério da capa preta é apresentado, a curiosidade do leitor é só alimentada conforme vai passando os capítulos. Pois todos queremos descobrir as respostas dos mistérios. E o autor vai entregando pequenas pistas, que nos faz pensar e analisar a situação junto com Serafina. A resolução é bem-feita e nos mostra como é importante termos o coração puro e sem maldade, pois por pior que seja a situação em que se encontra, nada justifica fazer mal aos outros.

Um comentário:

  1. Oi,de imediato o que também chamou a minha atenção ao ver o livro ,foi a capa.
    Achei diferente e muito bonita!
    E quanto a história, não tem como não desejar conhecer essa história.
    Gosto de livros de fantasias,assim como também sou fã de tramas com um bom mistério.
    Livros como esse,nos fazem virar as páginas rapidamente. :)

    Enfim, quero muito conhecer Serafina e todo o seu mistério.

    ResponderExcluir