Real

| 02 outubro 2018 |


Autora: Katy Evans
Editora: Novo Século
Adquira o seu exemplar: Amazon

Uma paixão arrebatadora em meio a lutas, receios e uma mente com problemas fora de controle. Dois protagonistas com o mesmo objetivo, mas que percorrem caminhos completamente diferentes. Um amor que surge em uma relação regada a músicas, fogo e um lado obscuro que não pode ser controlado.

Ao acompanhar uma amiga para assistir uma luta, Brooke jamais imaginaria se deparar com alguém como Remington. Um lutador voraz, com homem incrível, de beleza incomparável, que parecia querer tê-la em sua cama o mais depressa possível. Surpreendentemente, quando finalmente eles se encontram em seu quarto de hotel, o que o lutador deseja lhe oferecer não é uma noite ao seu lado, mas um emprego como sua fisioterapeuta por três meses.

Que livro! Estou sem fôlego até agora só de lembrar de toda a química e magnetismo que gira em torno desse casal. Katy Evans nos trouxe dois novos protagonistas incríveis, mas também uma história fantástica que desse o suporte necessário para manter o seu livro interessante do começo ao fim.

A princípio não entendemos o motivo pelo qual Remington quer ir tão devagar em sua relação com Brooke, ou porque ele age de forma tão estranha em determinados momentos. Suas atitudes com ela são tão quentes quanto perfeitas, quando estão sozinhos. Em outros momentos, ele parece querer marcar seu território, acabar com qualquer um que sequer se aproximasse.

Foi incrível como a autora trouxe isso para o livro, não justificando simplesmente que estávamos lendo uma história com mais um macho alfa que se apaixonou perdidamente por uma mulher à primeira vista. Remington tem a mente muito mais complexa e perturbada do que podemos imaginar ao início da narrativa. Sua obsessão por Brooke pode ter começado como algo puramente físico, mas uma grande semelhança entre eles, algo só explicado nos últimos capítulos, fez com que o protagonista, pela primeira vez, quisesse realmente se aproximar de verdade de uma mulher, tê-la em sua vida, em todos os momentos.

A obra é narrada inteiramente do ponto de vista de Brooke - com exceção do epílogo -, o que torna a complexidade de Remington instigantes em todos os capítulos. Vamos entendendo suas ações exatamente nos mesmos momentos em que a protagonista, e ficamos chocados, angustiados e tristes exatamente nos mesmos momentos, o que conecta o leitor de forma única a narrativa.

"Real" é um romance como o título em todos os sentidos. Um homem forte e invencível por fora, aparentemente perfeito, mas que tem muito mais incompreensões do que seria possível imaginar. Uma mulher que se sente atraída por uma beleza fora de série, que se sente protegida em braços tão fortes quanto letais, mas que percebe que seu olhar pode mudar a todo o momento, e que isso pode ser trágico e irremediável. Um livro para começar e não conseguir parar, até que todas as tramas sejam solucionadas e possamos finalmente saber se uma paixão tão poderosa é capaz de superar algo incontrolável.

2 comentários:

  1. Jana!
    Nossa! Um protagonista lutador e fofo, nem tem como não se apaixonar por ele e ainda tem um passado que vai revolucionar, nem tem como não desejar conhecer o Remy e o amor que Brooke vai dar apra ele.
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES –
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Oi Jana,comecei a ler esse livro em PDF há um tempo atrás,mas não terminei de lê-lo,pois o meu tablet onde eu lia livros digitais pifou.
    Bem,eu gostei bastante do que consegui ler. É um romance bem quente,de tirar o fôlego.
    É uma pena que na vida real, personagens com a personalidade do Remington, sempre nos traz problemas...
    Mas o legal que aqui,tudo parece terminar bem. ;)


    Bjs

    ResponderExcluir