Corações Quebrados

| 22 janeiro 2019 |

Autora: Sofia Silva
Editora: Valentina
Adquira o seu exemplar: Amazon

Emília é a única sobrevivente de um acidente de carro que matou toda a sua família. Se isso já não fosse o suficiente para acabar com a sua vida, ela tinha marcas permanentes no corpo que a lembravam do que tinha acontecido e do quanto ela era "imperfeita". Diogo viu seus amigos soldados morrerem durante um ataque. Sua pele carregava marcas daquele dia, mas nenhuma delas era tão profunda quanto as que ele levava em seu coração. Ambos estavam perdidos, sem direção para continuarem suas vidas.

Emília no Brasil e Diogo em Portugal. Talvez a distância e à similaridade de suas perdas fizessem com que eles fossem perfeitos para começar uma amizade a distância, com alguém que realmente entendia o que era a dor, por mais que Emília não estivesse disposta a revelar a extensão das sequelas que aquele acidente havia deixado em sua vida. Mas, em algum momento, a distância deixa de ser um ponto positivo e o coração começa a desejar estar perto daquela pessoa e, para Diogo, finalmente descobrir o que realmente impede de Emília voltar a ter vontade de viver plenamente.

Após ler "Sorrisos Quebrados", nós já sabemos o quanto a autora Sofia Silva consegue mexer com os nossos sentimentos. Criar personagens realmente tão quebrados a ponto de nos fazer sentir suas dores, entender cada uma de suas aflições e tentar também encontrar uma saída para um sofrimento que parece não ter mais fim.

O ponto chave dessa obra é a perda de pessoas muito queridas, e as sequelas que ficaram em seus corpos, os lembrando sempre do momento mais horrível de suas vidas. A história se infiltra sem dó em todo o sofrimento, mas traz para as páginas um fio de esperança para os protagonistas, nesse caso, alguém novo em suas vidas, um grande amor, que pode, senão curar todas as feridas, criar novas e boas lembranças que possam dar a outra pessoa um motivo para seguir em frente.

No momento em que somos lançados na história, Diogo já está muito mais avançado em seu tratamento, muito mais preparado para recomeçar sua vida do que Emília, o que também é completamente compreensível. Além de uma tia, a menina não tem mais ninguém no mundo em quem se apoiar. Apesar de ter perdido grandes amigos, Diogo ainda tem os pais, pessoas que ele ama imensamente e estão ao seu lado em todos os momentos.

É tão lindo de se ler, o quanto Diogo e Emília, mesmo cada um com seus pesadelos, conseguem apoiar um ao outro, pensar na felicidade do outro e superar os seus medos, exatamente para fazer o seu companheiro feliz. Eles não são apenas um casal, um homem e uma mulher vivendo uma história de amor. São dois grandes amigos que vivem lado a lado, prontos para o levantar quando o outro cair. Nos provando que as "imperfeições" não são nada, não representam nada, quando se tem amor.

"Corações Quebrados" é uma obra trágica, emocionante, mas cheia de esperança. Que casal! Eles não são perfeitos, longe disso, são duas pessoas completamente quebradas por tragédias, mas que conseguiram, com muita ajuda, encontrar um caminho que os levasse a felicidade, que os levasse a ajudar os outros. Tão lindo e encantador quanto o primeiro livro, mas com duas pessoas destruídas de maneiras completamente diferentes. Montar o quebra-cabeça de cada um também foi especialmente perfeito.

5 comentários:

  1. Jana!
    Não li o livro anterior, nem ese, mas pelo visto a autora gosta de um bom drama (w wu também) e parece ser um livro bom, trazendo a busca da felicidade para um casal tã alquebrado pelas perdas passadas.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Jana, tenho o livro Sorrisos Quebrados,mas ainda não o li.Fico me perguntando aqui por qual motivo ainda não o li...Mas estou quase terminando a leitura de um livro aqui,e vou ler logo em seguida.
    Bem, quanto ao livro da resenha,achei que se trata de um romance diferente.
    Não é uma história fofinha, com uma trama previsível.
    São dois personagens bem sofridos.

    Ainda vou ler! :)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jana
    Ainda não li nenhum dos dois livros, mas quero muito poder ler.
    Gostei do enredo apesar de ser um pouco triste, imagino ser uma leitura que proporciona ao leitor um mix de sensações: alegria, tristeza, amizade, amor, entre outros.
    Quero ter oportunidade para ler, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Jana! Doida pra ler esse livro, gosto muito da escrita da Sofia Silva, curto muito um drama e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi logo essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro a Sofia Silva e acompanho ela nas redes sociais eu fiquei bem interessada em ler esse livro dela pela quantidade de blogs que eu vi elogiando o livro e como eu adoro um bom e velho drama acho que esse vai ser uma leitura ideal

    ResponderExcluir