Tempest

| 31 março 2019 |

Autora: Julie Cross
Editora: Jangada
Adquira o seu exemplar: Amazon

Jackson tem a habilidade de viajar no tempo. Voltar algumas horas, no máximo dias, porém, sem que suas ações mudassem o curso normal de seu ponto de partida, pois ele continuava a existir ali, mesmo estando em outro lugar ao mesmo tempo. Quando sua namorada é baleada, Jackson volta anos no tempo, como nunca tinha acontecido, e sem conseguir voltar ao seu lugar de origem.

Agora, preso em 2007, dois anos no passado, ele descobriria que seus poderes são muito mais complexos do que ele imaginava, que existiam outros como ele, que o governo estava totalmente envolvido e muito mais próximo de sua vida do que ele gostaria, o que o leva a começar a questionar as intenções e objetivos de todos ao seu redor.

Histórias sobre viagens no tempo, quando bem escritas, sempre nos proporcionam leituras de tirar o fôlego. A autora, Julie Cross, criou uma narrativa toda centrada em volta de um garoto com uma habilidade muito especial, sobre o poder de suas escolhas, o que ele poderia fazer e descobrir com toda aquela habilidade e como ele deveria lidar com quem está a sua volta, principalmente na hora de descobrir as reais intenções de cada um e para proteger aqueles que ele ama.

Apesar de todas as viagens no tempo, ficção científica a todo o vapor, a autora traz assuntos muito próximos a nossa realidade, ela lida a todo o momento com a morte, com o término definitivo da vida de alguém, apesar do tema do livro.

O personagem principal sofre muito com a perda da irmã mais nova, que morreu devido a um câncer muito agressivo, mas nunca tinha conseguido voltar tanto no tempo a ponto de revê-la. Quando isso acontecesse, principalmente por ele saber que não poderia mudar o passado, são cenas muito tristes, realmente partir o coração. Por essa razão, a morte de Holly em 2009, um momento para o qual ele não estava conseguindo voltar, era tão cruel. Nós não sabemos se ele conseguirá salvá-la, principalmente pelo fato de ela estar sendo alvo de outros viajantes do tempo, com o objetivo de atingir Jackson.

Temos dois lados muito bem delimitados nesse livro, mas não temos essa delimitação clara quando se trata do lado certo ou errado. Por mais que o leitor seja mais propenso a acreditar no governo, principalmente por alguém tão próximo ao protagonista estar envolvido nesse esquema, não é possível concordar com todas as suas atitudes e escolhas, portanto, eles também não são totalmente confiáveis, nem para o protagonista, muito menos para o leitor.

A autora não perdeu o fôlego em nenhum momento e, no final, ainda conseguiu criar um gancho gigantesco para os dois próximos volumes. Ela pode ter resolvido a grande questão do livro (de forma desesperadora para quem está lendo), mas deixou uma série de pontas soltas para as continuações.

"Tempest" é um dos melhores livros sobre viagens no tempo que eu já tive a oportunidade de ler. Muito bem pensado de forma que todos os fatos fizessem sentido, mesmo com um tema tão complexo, ainda inserindo uma forte história sobre amizade, família e amor. Um grande livro!

4 comentários:

  1. Não vou dizer que seja um entendedora de viagens no tempo(sou uma perdida por natureza), mas é um tema que sempre me deixa intrigada e eu? Adoro isso! rs
    Ficar pensando na leitura depois de a ter terminado, abrindo o leque de possibilidades..rs
    Namoro este livro já tem um tempinho e não vejo a hora de poder conferir.
    Até por apresentar possibilidades!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Sou doida pra ler esse livro curto muito uma história sobre viagens no tempo e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi isso tudo que foi dito aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, quando vi a capa do livro, me interessei de imediato pelo livro. Mas quando vi que a trama se baseava em viagens no tempo,fiquei desanimada... Li um livro há um tempo atrás parecido e não gostei muito .
    Mas ao ler a resenha,fiquei bastante interessada. Será que se pudéssemos voltar no tempo,poderíamos mudar a nossa história?
    Até que seria uma boa ideia! Mas lendo as suas considerações,vejo que a autora soube levar bem a trama... Não temos o poder de decidir a vida ou morte de ninguém .


    Bem,se eu tiver uma oportunidade vou ler. :)

    ResponderExcluir