O Duque Mais Perigoso de Londres

| 05 abril 2019 |

Editora: Charme
Adquira o seu exemplar: Amazon

Clara amava a sua independência. Em uma época em que o único destino de uma mulher bem-nascida era o casamento, o fato de seu pai ter lhe deixado uma abundante herança, fazia com que ela pudesse fazer o que quiser, inclusive ter um jornal escrito apenas por mulheres, no qual as notícias eram colocadas exatamente como elas pensavam.

Adam ficou muitos anos longe de seu lar. Após o suicídio de seu pai, ficar em Londres não era uma opção, porém, ele se sentia no dever de descobrir quem havia começado boatos tão terríveis sobre o seu pai, que o levaram a tirar a própria vida.

As famílias de Clara e Adam eram inimigas há gerações, porém, duas personalidades tão fortes e decididas só poderiam colidir entre si, com muitas discussões e muita paixão.

Que delícia essa narrativa! Adam e Clara me fisgaram desde o primeiro encontro. Enquanto Adam queria sua vingança, ele também precisava de uma esposa para continuar a sua linhagem. Clara não queria um marido que a obrigasse a obedecê-lo, o que acontecia na maioria dos casamentos, mas não podia negar que estar nos braços de Adam era como estar no paraíso.

É sensacional ver Adam querendo se casar com Clara, ver a paixão de ambos, e a desconfiança da protagonista de como seria a sua vida se cedesse ao pedido do Duque. Ela também deseja uma vida ao seu lado, mas não quer largar seu jornal, sua grande realização, e não acreditava que homem algum pudesse entender suas escolhas.

Por vários momentos eu pensei que a autora, Madeline Hunter, traria para a história uma explicação muito ruim para o fato do pai de Adam ter se matado. Ela não trazia nenhum fato realmente relevante para a história, ou algum personagem que pudesse ser desenvolvido o suficiente para que não surgisse do nada, porém, somente na hora da revelação, que é possível perceber o quão perspicaz a autora foi para conduzir sua trama e nos enganar do começo ao fim.

Essa é uma história sobre famílias, guerras antigas e como apenas um grande amor pode por fim a tudo isso. Uma chance de recomeçar sem rixas, sem diferenças entre o que um homem e uma mulher são autorizados a fazer, cada um respeitando os desejos e escolhas do ser amado.

"O Duque Mais Perigoso de Londres" é um romance tão meigo quanto quente. Um casal que apaixona os leitores desde o primeiro olhar e nos faz torcer, a cada momento, para que eles finalmente superem seus medos, mágoas e preconceitos para começarem uma história de amor juntos, e também perante a sociedade Londrina.

4 comentários:

  1. Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito um romance de época e gosto muito da escrita dessa autora, amei a série anterior dela, Os Rothwells, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu sou fã de um bom romance de época, ainda mais quando traz isso do improvável.
    A moça que não é aquele tipo de mocinha de romance de época, que precisa arrumar marido a todo custo e o homem, quase sempre mais vivido e com uma bagagem nos ombros.
    Vingança nem sempre termina bem, ainda mais quando o coração entra na frente! rs
    A capa deste livro é lindíssima e espero ler ele em breve!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. JANA!
    Gosto demais de romances de época, ainda mais quando o protagonista masculino é mais sorumbático e ainda traz aquele sentimento de vingança (embora não goste do sentimento), porque quando se apaixona, tudo cai por terra e só exite o amor...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Olá,romances de época sempre nos fisgam não é?
    Geralmente os personagens principais tem uma personalidade forte,e ao mesmo tempo sentimentos que ultrapassam qualquer vingança.
    Uma junção que promete uma boa leitura .

    Eu estou bem curiosa em descobrir o que levou o pai de Adam a ter tirado a propria vida.
    Será que isso de fato ocorreu?
    Só lendo mesmo. ;)

    Gostei! :)

    ResponderExcluir