A Impossível Faca da Memória

| 11 maio 2019 |

Editora: Valentina
Adquira o seu exemplar: Amazon

Um título que passa a impressão exata do que é o livro. Essa faca é cruel, não mede esforços para torturar ainda mais uma alma já tão machucada e atingir, como estilhaços de uma bomba, todos os que estão à sua volta.

Hayley viveu durante boa parte de sua infância no caminhão de seu pai, andando por todo o país. Porém, muito tempo depois, Andy decide que é hora deles se assentarem, Hayley ir normalmente para uma escola, fazer amigos e ter uma vida normal. Mas seria impossível para uma filha ter uma vida normal, quando o pai era um veterano de guerra, alguém que tinha visto as maiores atrocidades e tragédias, perdera grandes amigos e trazia uma marca permanente em sua alma, em sua mente, como uma faca lhe lembrando constantemente de como o mundo é cruel.

Enquanto Andy tentava ofuscar sua dor em meio a bebidas e drogas, Hayley odiava ir à escola, acreditava que todos eram zumbis programados para fazer exatamente a mesma coisa e não queria fazer parte daquelas aberrações. Até Finn entrar em sua vida, até ela voltar a saber como era ter alguém se preocupando com ela, e não ao contrário. Até ela sentir seu coração bater mais forte pela primeira vez em muito tempo.

Que narrativa cruel e incrível! Foi angustiante acompanhar tamanho sofrimento, pensar como alguém pode continuar vivendo após tantos traumas, mas também foi um privilégio entender essa família, conhecer os seus problemas e partilhar de suas aflições. Tanto pai, quanto filha, estão em uma jornada para reencontrarem seu lugar no mundo, ou descobrirem no mundo um lugar onde eles possam realmente encontrar ajuda para recomeçar.

Hayley não foi para a guerra, mas em muitos momentos é como se ela tivesse ido, ou como se vivesse uma todos os dias em sua casa, tentando fazer o pai se recuperar, ou lutando simplesmente para que a sua situação não piore ainda mais.

É triste ver o quanto ela teve que crescer, o quanto de sua infância foi perdida em meio aos seus próprios traumas, portanto, é emocionante acompanhar seu relacionamento com Finn. Mesmo com suas incertezas e medos, típicos de quem nem ao menos se lembra do que é ser feliz, a vemos dar os primeiros passos como uma adolescente normal, com sonhos e uma pontinha de esperança no amanhã.

"A Impossível Faca da Memória" é uma obra tocante, impossível de não se envolver com a jornada dos personagens e entender suas dores e mágoas. Os traumas presentes nessa narrativa também nos cortam a cada página e nos fazem imaginar como pode ser possível encontrar força suficiente para seguir em frente. Mas, a autora, Laurie Halse Anderson, não apenas conduz a sua história em meio a lágrimas e dor. Podemos encontrar pedaços de esperança e gestos de superação, em cada novo momento de suas vidas.

2 comentários:

  1. Gosto de histórias como essa,onde os personagens tentam da melhor forma possível superar as suas dores... Enfim uma trama com conteúdo !

    E é verdade!
    Como certas recordações ,cortam como faca .


    Gostei!

    ResponderExcluir
  2. Uau!!!Que resenha incrível!
    Ainda não conhecia este livro, mas é com certeza, um apanhado de coisas boas: capa linda, título e enredo!
    Como sou apaixonada por enredos fortes,tristes, dramáticos, mas que também trazendo um fio de esperança, já fiquei muito curiosa em relação a todos os personagens e as cargas que cada um deles carrega.
    A vida é isso, um carregar de fardos..e um sobreviver!!!
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir