Príncipe Partido

| 29 junho 2019 |

Autora: Erin Watt
Editora: Essência
Adquira o seu exemplar: Amazon
Livro anterior: Princesa de Papel

Após flagrar Reed e Brooke juntos, mesmo sem saber o real motivo, Ella deixa a mansão Royal, onde havia tanto dinheiro quanto sofrimento. Agora, sem a princesa da mansão, podemos acompanhar a história do ponto de vista de Reed, que não vai medir esforços para encontrar a única pessoa que trouxe vida para aquele lugar, e para o seu coração, após a morte de sua mãe.

Me apaixonei perdidamente por essa série já no primeiro livro. Agora entendo completamente porque esse casal é tão querido no mundo literário. Nessa sequência, além de apaixonada, estou obcecada por saber mais sobre um mundo tão distorcido, onde o dinheiro vem à frente de tudo e, quando os corações estão em jogo, você deve se defender de todas as maneiras.

A primeira parte do livro foi surpreendente. Após ler "Princesa de Papel" narrado do começo ao fim por Ella, conhecer os pensamentos e sentimentos de Reed foi incrível, mas muito triste. Fica ainda mais claro o quanto os Royal podem ser considerados pobres meninos ricos: repletos de dinheiro, mas carentes de amor.

As distorções dessa família são ainda piores do que imaginamos no primeiro livro. A morte da mãe foi o estopim para que todos ali se quebrassem, e tentassem encontrar em prazeres momentâneos como bebidas, drogas, sexo ou lutas, algum sentimento a mais, aquilo que faltava com tanta intensidade em suas vidas.

A volta de Ella é o momento em que podemos voltar a respirar, a ter novamente esperança que aquela família possa seguir em frente. Mas, como em toda grande história, temos conflitos a todo o momento para bagunçar ainda mais o que já está bagunçado.

Brooke volta à cena, com uma cartada para abalar completamente as estruturas de todos e nos entristecer ainda mais, pensando como aquilo poderia desestabilizar ainda mais uma família já tão desestruturada. Também protagonista do chocante final, apesar de bem diferente da sua participação no primeiro livro, terminamos a obra com doses ainda maiores de angustia e incerteza, além de uma ansiedade gigantesca para o próximo livro.

"Príncipe Partido" é uma continuação incrível, que vai te deixar sem fôlego em vários momentos, principalmente após um final tão cheio de grandes surpresas. Mal posso esperar para encontrar os Royal e saber o que o destino (ou a autora) lhes reserva.

Adquira o seu exemplar: Amazon

Nenhum comentário:

Postar um comentário